LIGHTGRID - Lichtnetz - REDDELUZ

lightgrid, St-Germain, gridwork, 7-Ray, Violet Ray, net-of-light

EDUCAÇÃO DA MULHER Poder, Opressão e Dependência na Construção da Subjetividade Feminina

EDUCAÇÃO DA MULHER


Poder, Opressão e Dependência
na Construção da
Subjetividade Feminina


Maria Alice Moreira Bampi 
Rio de Janeiro, 2001.


 


Começo a conhecer-me, não existo. 
sou o intervalo do que desejo ser 
e o que realmente me fizeram 
ou metade deste intervalo 
porque também há vida... sou isto, enfim...
 
  
             Fernando Pessoa



        A sexualidade, como manifestação biopsicossocial do ser humano, sofreu através da história, toda a sorte de controle por interesses diversos. Negada ou incentivada, a Igreja, o Estado e o poder econômico sempre se valeram deste meio profundo do relacionamento humano (onde a afetividade e o prazer formam a base motivacional), para dominar, corromper, atemorizar ou lucrar. 
        Atualmente a exploração comercial da sexualidade feminina, oferece uma idéia superficial, desvinculada do afeto, sustentada em modelos descartáveis, consumistas, estereotipados e preconceituosos, com a imposição da estética e como prerrogativa exclusiva da juventude. 
        Mesmo com uma imagem muito explorada, a sexualidade feminina sempre foi terreno inóspito, com conhecimento centrado geralmente nos aspectos da reprodução humana. Nas escolas bem intencionadas, ainda hoje, palestras esporádicas sobre sexualidade, resumem-se em estudar o corpo reprodutivo e estimular a prevenção à gravidez indesejada. O prazer é assunto negado, ou quando muito, mascarado numa linguagem subliminar de que o corpo feminino é um espaço sem muitos direitos. Com o prazer vinculado a um corpo que engravida, que gera, que culpa e martiriza, as mulheres protegem-se num contrato social definido por leis, que longe de garantir-lhe este almejado prazer, obriga-lhes após tantas expectativas frustradas, à manutenção da relação dependente, neurótica, sadomasoquista. para fugir, da categoria pejorativa criada culturalmente para as mulheres que estariam desprotegidas destas leis. Seriam as "descasadas", "mães solteiras", "largadas do marido", "as que estão em falta". 
        Estes preconceitos acompanham as mulheres pela história; Inventam as categorias e as mulheres vão aos poucos "incluindo-se" nelas, sem contestarem, com submissão e dependência. Nos tempos da Inquisição, criaram a categoria das bruxas e muitas mulheres comportavam-se como tal, porque havia esta categoria. Na época das Cruzadas, no século XIII, segundo Veiga (1997) os cavaleiros iam para o Oriente Médio deixando suas mulheres sozinhas nos castelos, o que representava para eles um sério risco. Voltaram, então, com uma novidade em termos de aprendizado religioso: o culto à Virgem Maria, comum em Bizâncio e ausente até então na Europa. A partir daí, "(...) inventou-se o culto a puríssima dama, a quem deveria dedicar-se um amor, não um simples amor carnal, 'animalesco', mas o amor romântico pela deusa, adorada e casta, tanto mais adorada quanto mais casta. Os trovadores cantavam este amor e os homens que tinham ficado para trás, se convenciam dele. Isto acabou se constituindo num cinto de castidade mais eficaz dos que os de ferro e cadeado, mais folclóricos que realmente usados. Isto também reforçou imensamente nos homens a tendência de pensar as mulheres ou como santas ou como prostitutas..." ( Veiga, 1997: pag.34) 
        Mas, a quem interessa a permanência desta concordância coletiva? Quem se beneficía de tudo isto? Há interesses econômicos na questão? Certamente que sim, e em prejuízo da saúde psíquica de muitas mulheres, divididas em categorias: as que dão lucro, as santas e as outras... Assim, conflituada entre opiniões maniqueístas, onde o bem e o mal se degladiam por um espaço reconhecido, as mulheres geralmente submetem-se às regras do jogo, geridas por poderes seculares diversos. 
        Estes domínios rígidos sobre a sexualidade feminina, incorporaram um padrão comportamental que sobreviveu aos séculos, resistindo até mesmo às tentativas revolucionárias de alguns movimentos ditos feministas. 
        Sabe-se que, mesmo que algumas mulheres busquem hoje o que lhes é de direito, tanto biológico quanto emocional, muitas vezes lhes é negado pelos homens, por desconhecimento sobre a sexualidade feminina, preconceito ou desinteresse pela questão. 
        Onde e quando nascem estes "nós" na subjetividade feminina? Até quando as mulheres permanecerão neste estado de amarras a um gênero tão dependente e inseguro quanto elas próprias? Muitas mulheres ainda permanecem com a idéia impingida de que nunca poderão ficar sozinhas sem estar correndo algum risco. As diversas influências educativas levam-nas a crer que toda a garantia da sua vida, está no outro "para lhe amar e proteger". Assim, na dependência, a salvação. Os vínculos familiares paternalistas reforçam esta condição, criando no inconsciente feminino estruturas rígidas que as levam a desacreditar na sua capacidade de buscar, exigir, criar e conquistar o melhor para si mesmas. 
        Dr. César Nunes(1) afirma que: "Sexualidade é uma marca humana, vivenciada a partir dos desejos e escolhas afetivas, psicossociais e históricas. O sexo na experiência natural e cultural dos homens, transformou-se em sexualidade, isto é, foi capaz de assumir qualidades e significações existentes, sociais, estéticas eróticas, éticas, morais e até espirituais." Salientou também que "a mulher só se libertará quando tiver autonomia intelectual, filosófica, econômica, e ética comportamental." Concluiu com chamados para a importância da mulher colocar a sua marca feminina na construção da sociedade, não de forma "revanchista ou vitimista," mas redimensionando-se e "reconstruindo sua história social e política." 
        No momento, pergunta-se até o que a medicina pode fazer em benefício da saúde sexual feminina. Acenam com a possibilidade do orgasmo químico, pílulas do prazer e intensificação artificial do desejo e toda sorte de tratamentos pró-sexuais. Porém, extrair do psiquismo feminino séculos de opressão cultural, é um processo lento, que implica muitas mudanças, como a revolução dos costumes, a emancipação econômica, emocional, social e política das mulheres. 
        Percebe-se então que não será com pílulas que derrubarão as barreiras psicológicas sulcadas pela repressão, entranhadas no fundo da psique feminina. Por não se verem como seres de direitos, completos, seguros, capazes de desejar, de dizer sim e também dizer não, negam a si próprias o direito à felicidade. Não consideram que são seres capazes de existir por conta própria, de optarem, de definirem suas vidas e serem felizes por amor e sem químicas. 
        Conclui-se assim, que a consciente sexualidade feminina, ao ser atingida, será reflexo do poder e domínio sobre seus caminhos, seus desejos e suas vontades.



(1) Conferência sobre Dialética da Sexualidade e Educação Sexual no Brasil, durante o Congresso de Educação para o Pensar e Educação Sexual, realizado em Florianópolis/SC, Julho/2001

http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/mulher01.htm



Maria Alice Moreira Bampi é Pedagoga, professora universitária, especialista em Psicomotricidade Relacional e Psicologia da Educação e cursa Mestrado em Psicopedagogia. Mas acima de tudo, uma Mulher Brasileira. 
E-Mail: malice@unetvale.com.br

http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/mulher01.htm

Views: 193

Replies to This Discussion


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

RSS

Instinct CRYSTAL GRIDS

Help us to anchor the energy of the New Age on Earth. Get inspired and set up a grid with the intention to help HEAL Mother Earth and all Her Beings from the wounds of the past and WEAVE a new net of living LIGHT all around the planet to help all life forms evolve into Unity Consciousness.

 

Ascension is not about leaving the world - it is about bringing HEAVEN down to EARTH!

 

We are the living BRIDGE between the worlds and dimensions, between HEAVEN AND EARTH. We are free to move in TIME and SPACE when we enter the SACRED SPACE of the Divine Chamber of the HEART  where the ThreeFold Flame resides and the god given Divine Blueprint is waiting to be downloaded into our earth bodies.

 

The TIME to ACTIVATE our Light Body is NOW.

 

Love Light BLESSINGS,

 

Sonja Myriel RAouine

"About the Use of the Violet Flame" 

Excerpt:

I have to tell you that when you as a conscious disciple manage the Violet Flame, a parallel activity of the Violet Flame is initiated internally. This results in the vibrational awakening of your chakras. Therefore, each time when you use the gift of the Violet Flame you are asked not only to focalize your attention on what you want to transmute but also on the internal activity which takes place within yourself.

One of the consequences of the continual use of the Violet Flame is the accelerated awakening of all your chakras, you will, step by step, wake up in a different world from where you live now.

https://lightgrid.ning.com/group/lightgrid/forum/topics/lightgrid-tw...

 

Lightgrid CONNEXION Groups

This is the space for you to ORGANISE your personal connexion group, to look for likeminded people, to introduce yourSELF and say what you would like to contribute to the every expanding NET OF LIGHT around the world.

COMING TOGETHER

You have received clear guidance on a project,type of meditation, course of action to take? You are WELCOME to share here so we can start DREAMING and thus CREATING together!

Blog Posts

THAT’S WHEN YOU ARE OPERATING AS SOURCE ENERGY PROJECTED IN A PHYSICAL BODY

Posted by Ms Tercy Lonan on October 22, 2019 at 11:14am 0 Comments

THAT’S WHEN YOU ARE OPERATING AS SOURCE ENERGY PROJECTED IN A PHYSICAL BODY:- Just for a moment, consider that you could feel that same connection, that same amount of compassionate, caring, loving way of being with all of other members of the…

Continue

Holiday, family gatherings or solitude

Posted by Rhea Dopmeijer on October 21, 2019 at 4:29pm 0 Comments

Holidays, family gatherings or solitude



Over the years my experiences with holidays has changed a lot. It was at first our family trips together with the children. When they grew older and time passed, they went their own way. We went…

Continue

YOU HAVE OPERATED FOR EONS AND EONS OF YOUR TIME

Posted by Ms Tercy Lonan on October 21, 2019 at 8:55am 0 Comments

YOU HAVE OPERATED FOR EONS AND EONS OF YOUR TIME:- You are placing a great deal of emphasis upon your connections to each other through your blood. You have always considered family to be the ultimate in connection to one another, and that has…

Continue

Blessed Be

Posted by Rhea Dopmeijer on October 20, 2019 at 12:46pm 0 Comments

Blessed Be



Blessed be

For thee are the one

Who will bring peace and joy.

Your Compassion will shine

Into all the hearts you will…

Continue

THE GATE OF ARCTURUS

Posted by Ms Tercy Lonan on October 18, 2019 at 12:05pm 0 Comments

THE GATE OF ARCTURUS:- The entry point for all souls into the universe is the Gate of Arcturus. It is a passageway through which all souls not only enter this universe, but if is also the opportunity that Arcturians and other gate keepers have to…

Continue

Reap what you sowed

Posted by Rhea Dopmeijer on October 18, 2019 at 11:07am 0 Comments

How to reap what you have sowed

My Love is carrying you through and

Will assist you in every challenge you encounter

If any is certain it is my Love for You

It is the only way your Heart…

Continue

© 2019   Created by Myriel RAouine.   Powered by

Badges  |  Report an Issue  |  Terms of Service